O aumento da população mundial gerou um crescimento exponencial da demanda alimentar com impactos significativos no ambiente. As práticas de produção agrícola não sustentáveis resultaram em danos muito graves ao solo em termos de erosão, contaminação por substâncias perigosas, compactação e desertificação.

Além disso, houve uma excessiva exploração dos recursos hídricos; a maior parte das águas é poluída devido ao uso indiscriminado de substâncias perigosas, gerando eutrofização. A agricultura e a criação intensiva contribuíram para a perda da biodiversidade agrícola e natural, degradando ecossistemas, causando a redução, ou até mesmo a extinção, de muitas espécies de animais e vegetais. Os impactos negativos também foram registados em nível climático devido ao aumento substancial das emissões de dióxido de carbono e de metano de uma forma particular.

Solo

Águas

Biodiversidade

Clima

O que é a agricultura sustentável?

banner_small_significato_agricoltura_sostenibile

O termo “sustentabilidade” é entendido como um fator integrado entre elementos ambientais, sociais e económicos.

O desenvolvimento sustentável é um “desenvolvimento que atende às necessidades do presente sem comprometer a capacidade das gerações futuras de atender às suas necessidades” e, “longe de ser uma condição definitiva de harmonia, é um processo de mudança que faz com que a exploração de recursos, a direção dos investimentos, a orientação do desenvolvimento tecnológico e as mudanças institucionais sejam coerentes com as necessidades futuras, bem como com as atuais” (WCDE, 1987).

Friend of the Earth promove um modelo de produção agrícola com base na integração de inovações voltadas à redução do impacto ambiental das culturas e ao respeito aos trabalhadores empregados em toda a cadeia produtiva. A introdução do uso de energia proveniente de fontes renováveis, o controlo integrado e o plantio direto representam exemplos de ações corretivas que a certificação incentiva através de seus requisitos.

Em outras palavras, as empresas certificadas por Friend of the Earth se preocupam com: conservação dos solos, preservação da biodiversidade agrícola e natural, retenção das águas, estabilidade do ecossistema, funções de polinização e, por último, mas não menos importante, a dignidade dos trabalhadores.

Os princípios básicos de Friend of the Earth

Friend of the earth logo on certified products

O esquema de certificação Friend of the Earth para a agricultura sustentável foi desenvolvido conforme as diretrizes SAFA (Sustainability Assessment of Food and Agriculture systems) determinadas por FAO (Organização das Nações Unidas para a alimentação e a Agricultura) e baseia-se em 6 princípios fundamentais:

1. Proteção e conservação dos ecossistemas. A atividade agrícola não deve consumir os recursos do ambiente, mas fazer parte dele.

2. Redução do uso de pesticidas e fertilizantes químicos para garantir produtos mais seguros e promover o controlo biológico.

3. Melhoramento da eficiência energética através da utilização de fontes de energia renovável. É necessário reduzir os custos de produção e produzir energia através da reciclagem dos resíduos ou da exploração dos recursos naturais.

4. Correta gestão de resíduos e reutilização destes últimos para incentivar a reciclagem e a reinserção de descartes no ciclo de produção.

5. Minimização das intervenções no solo (plantio direto) e utilização racional das águas para garantir utilização e eficiência ao longo dos anos.

6. Responsabilidade social de garantir direitos mínimos a todos os operadores.

Ajude o ambiente você também, escolhendo produtos sustentáveis certificados por Friend of the Earth

banner_small_prodotti_certificati_8